À musa estuprada

The_Rape_of_the_Sabine_Women

O rapto das Sabinas, pintura de Nicolas Poussin

Há indignações tão profundas, que só podem ser expressas em poesia, pelo  menos para mim. Nos últimos meses, no meio do espetáculo constrangedor e bizarro em que o país mergulhou, a mulher brasileira foi alvo das mais absurdas violências: uma presidenta que não cometeu nenhum crime afastada do poder por um bando de criminosos, depois de ter sido xingada por uma parte da população, com as maiores baixarias e depois de ter sido ofendida por um Bolsonaro, que invocou seu torturador, num gesto de fascismo e supremo desrespeito humano; a primeira dama do presidente golpista posta como modelo de “beleza, do lar e recato”; um ministério inteiro só de homens (a maioria envolvidos com corrupção); um fundamentalismo religioso avançando no Estado, ameaçando os direitos da mulher; a visita de um ator machista, de filmes pornô, que nada tem a ver com Educação e que se ufana de ter estuprado uma mulher, no ministério da Educação e, por fim, esse estupro coletivo de uma menina de 16 anos, com direito a espetáculo e aplausos na internet! Onde estamos? Retrocedemos séculos? Ou essas camadas obscuras, nauseantes da sociedade não estavam tão visíveis?

Se uma brasileira é estuprada a cada 11 minutos, isso está aí há muito tempo. Mas de repente, com a ascensão política de uma grande maioria de homens que representam justamente esse tipo de macho cafajeste, opressor e sem respeito pelas mulheres (veja-se o que fizeram com a presidenta, que pode ter os defeitos que tiver como política, mas é um ser humano, uma mulher, mãe, avó), temos todos esses homens medievais saindo das cavernas, para mostrar suas caras.

Para eles e para todos os homens que não são como eles (graças a Deus, há muitos); para as mulheres, as que lutam por dias melhores e para aquelas que assumem o discurso do opressor (infelizmente, há muitas), dedico a poesia abaixo:

À musa estuprada

(Versos sáficos)

 

Na favela, ou presidenta,

No congresso, ou no lar…

Há uma ferida nojenta

Há uma mulher a sangrar!

 

A mulher torturada,

Depois impedida.

A mulher estuprada,

Depois esquecida.

 

A mulher excluída,

Se não for recatada.

A mulher ofendida,

Se não for calada.

 

A mulher minha mãe,

A mulher minha irmã,

A mulher é culpada

Porque ela se expõe.

 

A mulher sufocada

De vestido na igreja,

De saia comprida,

Na burca escondida.

 

A mulher violentada,

Estendida na rua,

Porque é despudorada

Porque é puta e está nua!

 

É sempre a culpada,

É sempre a acusada,

É sempre a julgada,

É sempre a safada!

 

É sempre a piranha,

Que não se acanha

Nunca é culpa do senhor,

Do macho predador!

 

Do poder, exilada,

Se honesta, impedida.

Se esbofeteada,

Porque merecida.

 

É sempre a vadia,

É sempre a que traía!

Mas onde o traidor?

Onde o estuprador?

 

A mulher que trabalha,

Que sempre batalha,

Que raro se ausenta,

Dos seus que amamenta…

 

É a mulher que sustenta

Que tudo já aguenta

Por ela que a vida

Se faz e se alenta.

 

Ó terna guerreira,

Eterna na lida,

Não mais quero à beira,

Calada, escondida!

 

Não mais de olhos roxos

Não mais ensanguentada

Não mais enlameada

Não mais acuada.

 

Homens, sois filhos

Sois pais, sois irmãos

Por que não limpais

Enfim vossas mãos?

Por que não partilhais

Iguais condições?

Por que não espalhais

Honestos corações!

 

Mulheres, não rompamos

Nossas mãos unidas

E sempre as estendamos

Às irmãs mais feridas!

 

Homens e mulheres,

Um mundo mais igual

O respeito natural

E a liberdade afinal!

Anúncios

22 respostas para “À musa estuprada

  • Leonila Gois

    Muito bom Dora. Obrigada.

    Leonila Góis

  • Beth Fantato

    Obrigada, Dora! Indignar-se é preciso. Chega de silêncio cúmplice! Beth Fantato

  • Luziete M.S.Dal Poggetto

    Parabéns Dora o texto e o poema é de uma excelência divina…..

  • Eliana Haddad - Correio Fraterno

    Dora, querida Tão triste isso tudo… Dói na alma! Bjs Eliana

  • suami macedo

    Dora, querida! Mais uma vez suas palavras calam fundo em nossas almas! Que a infinita Luz do Alto continue a te abençoar! Sempre contigo estou! Você tem minha admiração e carinho eternos!

  • Deise Toledo Carrijo

    Martin Luther King dizia que o problema não é o grito dos maus e sim o silêncio dos bons.

  • Adriana Mesquita

    Dora, o texto representa tudo que eu penso a respeito da situação; um cenário de hipócritas, covardes e machistas. A poesia calou fundo em minha alma!!!! Como sempre, você arrasou!!!!

  • Julio Ponton

    Parabéns pelo texto, mas em relação à política, tenho convicção absoluta que a Presidente Dilma não poderia jamais continuar governando, nem ela nem ninguém do PT, a saúde financeira desta empresa (Brasil) foi deixada em segundo plano, o primeiro plano do PT é a perpetuação no governo, custe o que custar (assistencialismo). Todo o planejamento econômico que FHC fez desde sua passagem pelo Ministério da Fazenda (claro que não é mérito exclusivo dele), foi comprometido em 13 anos de PT. Porém existia um limite, que não foi respeitado e não vejo ainda uma luz em nossa economia (sou Contador e acompanho o faturamento de meus clientes), 2013 a 2015, somente prejuízos acumulados, e pior, nem mesmo as “Grandes” conseguem lucrar, só acumulam prejuízos (causando efeitos colaterais traumáticos). Espero que essa nova fase da nossa política ajude-nos a evoluir, e que Henrique Meireles tenha o apoio e luz necessária para conduzir esta economia, se existe alguém com inteligência acima da média, esta é a pessoa.
    PS: Não sou anti PT, nem Anti PMDB nem Anti PSDB, e mais, ainda acredito que um povo unido, governa sem partido, apenas com pessoas certas ocupando cadeiras à altura de seus conhecimentos (independente de sexo, cor, religião, parentesco etc). O Espiritismo (Kardecista) nos ensina perfeitamente que essa diferença só existe na matéria, no plano Espiritual, somos todos iguais, todos irmãos, e cabe aos espíritos mais evoluídos a ajudar na elevação dos demais (embora a jornada seja individual). Infelizmente vejo na classe política um materialismo muito fora do comum, que foge completamente à idéia original do que é a verdadeira política, mas, é a realidade de hoje.
    Pensamento positivo sempre!!

  • Ana Paula Motti

    Comparar a Dilma a essa pobre menina foi infeliz demais, na minha opinião.

  • Izabelcbadao

    Linda, atual e triste. Vivemos tempo de luto por nós mulheres.

  • vismith04@hotmail.com

    Não concordo com em nada de sua argumentação!

    Prefiro os textos de conotação espiritual!

    Obter o Outlook para Android

  • Cristina

    Muita tristeza em tudo o que temos visto! Minha admiração!

  • Ana Silva

    Com ou sem maioria feminina x masculina, o quadro se mantém o mesmo desde que o mundo existe. A questão não é de gênero e sim competencia. Mas, esse não é o assunto. O assunto é a violência que está por aí e a falta de segurança. A destruição das famílias e a desgraça da liberdade sem compromisso que expõe nossas crianças e jovens a toda sorte de crueldades, sendo a pior delas, a ignorância. Nossas escolas destruídas como nunca estiveram, nessa sociedade do vale tudo e do salve-se quem puder. Acho profundamente descabida essa questão de gênero. Prefiro discutir competência e responsabilidade. Abaixo a roubalheira, afinal, temos que usar o dinheiro público em causas mais dignas e urgentes. Lindo poema, pobre menina! As famílias não fazem mais as suas refeições em volta da mesa. Ninguém dá mais satisfação do horário que vai chegar em casa, com quem está e o que vai fazer. Falta AMOR entre as pessoas. Falta Cuidado e Responsabilidade – os nossos valores foram-se.

  • Marcia de Castro Soares

    Querida Dora observe erro de digitação “De saia cumprida” corretamente seria: comprida.

    Você conseguiu tocar minha razão e coração. Bravo!

  • Aurislene Oliveira

    Lindo texto. Minha Admiração sempre. Querida sabes como tocar a alma em suas lindas palavras.

  • Marilda Valadares Ribeiro

    Dora querida,

    Mto, mto obrigada pelo texto e pela poesia.

    Minh’alma mulher por vezes cansada outras tantas atordoada agradece serena afagada sua fala seus sentires seu jeito mulher coragem de ser.

    Saiu assim, de meu coração, “poetando”, depois de ler a sua tradução de meus sentimentos acerca dos últimos acontecimentos de nosso valoroso país. Por certo, sentimentos de tantas outras, inúmeras, mulheres. Obrigada, uma vez mais! Quero ter o prazer de conhecê-la pessoalmente como, também, a Universidade Livre Pampédia. Aposento-me em outubro. Aguarde-me! rsrsrs…

    Mil beijos! Marilda

    ________________________________

  • Lieje Gouveia

    Maravilhoso, o texto da poesia!!!!

    Liéje Gouvêia

    >

  • olivete

    Dora, grata por você tirar o grito preso em minha garganta e que não conseguia traduzir em palavras. Estupro coletivo da mulher brasileira e, que pena….um bom número delas ainda não perceberam e estão indo rio abaixo por esta correnteza estúpida do machismo que dita as normas e leis (amorais) em nosso país. Sim é golpe. ..e a história não perdoará tamanha Estupidez . O que os nossos filhos, netos, , sobrinhos …estão recebendo como herança …podem calar a nossa boca, podem tirar o direito de exercer a nossa cidadania , , inclusive expulsando a nossa presidenta do exercício de seu mandato (direito este adquirido através das urnas numa eleição ‘direta já’ e acontecendo de acordo com a Constituição Brasileira)…mas o pensamento, a capacidade de raciocinar …ninguém faz calar, ninguém põe sob ordens de terceiros. ..é por isso que estamos lutando para que a verdade que engrandece o nosso país ocupe o seu lugar garantindo a”ORDEM E PROGRESSO”.

  • Luzia Stocco

    PARABÉNS!!! Você representou e representa o GRITO preso em nosso âmago. OBRIGADA! Concordo com TUDO o que disse e assino embaixo. Precisamos urgente de mais mulheres e mais homens semelhantes a ti; agindo, lutando por um planeta melhor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: