Poema do menino Jesus

O tecido de noite natalina
É um tecido de estrelas diferentes,
Cobriu o berço da criança divina,
Que veio ao coração de todas as gentes!
 
Criança já sempre anuncia
Novidade, beleza e clarão…
Quanto mais o menino que irradia
O amor que desfaz a escuridão…
 
Menino que menino já sabia
A que vinha, nessa terra de torpezas
E sem julgar, distribui suas belezas,
Semeando imensidões à luz do dia!
 
O menino se fez homem, peregrino
Descalço, à beira do caminho
E acolhe o ser humano ainda tão menino
E de cada coração tira um espinho…
 
Que amor desmedido carrega por nós,
Que se dá, sem medir nem mesmo o sangue?
Que luz sem fim palpita em sua voz
Que ainda nos alcança a alma exangue?
 
Menino-homem, menino mestre,
Doce anjo que se fez terrestre,
olha ainda por nós, tua humanidade,
olha de onde nos esperas, nesta azul eternidade!……

8 respostas para “Poema do menino Jesus

Deixe uma resposta para Mª Lurdes de Jesus Aparicio Martins Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: